A expedição MARBOREALIS apresentada em Bruxelas

A expedição MARBOREALIS apresentada em Bruxelas

Teve lugar no passado dia 5 de Fevereiro de 2014, na Embaixada de Portugal em Bruxelas, a primeira apresentação internacional do projecto ‘MARBOREALIS’, expedição científica da iniciativa da Associação David Melgueiro.

Esta sessão, que teve o patrocínio da Embaixada, do Instituto Camões e da ‘Orfeu’-Livraria Portuguesa de Bruxelas, contou com a presença de representantes diplomáticos de diversos Estados, das instituições europeias, de entidades ligadas à investigação e de organismos diversos ligados à inovação e ao empreendedorismo. O projecto refere-se à construção, em Portugal, de um navio de investigação oceanográfica destinado, numa primeira fase, a efectuar a rota do Árctico até ao Japão, com vista ao desenvolvimento, no quadro desta expedição, de trabalhos de pesquisa durante parte do trajecto e a fornecer no futuro, apoio a actividades de investigação.

A sessão foi coordenada pelo Dr. Fernando Correia Cardoso, Assessor jurídico na Direcção-Geral ‘Assuntos Marítimos e Pescas’ da Comissão Europeia, membro da Association Internationale du Droit de la Mer e do Fórum Permanente para os Assuntos do Mar (Portugal). A apresentação do projecto foi efectuada pelo Cte. José Mesquita, Presidente da Associação David Melgueiro. Na sequência da apresentação, tiveram lugar intervenções do Prof. Dr. Ricardo Serrão Santos, do Departamento de Oceanografia e Pescas dos Açores, actualmente Membro do Parlamento Europeu e da respectiva ‘Comissão de Pescas’ e Consultor Científico do projecto, e do Cte. João Fonseca Ribeiro, Director-Geral de Política do Mar.

Dos elementos tratados nesta apresentação, e do debate que lhe foi consecutivo, convém realçar os seguintes aspectos: o projecto é catalisador da colaboração de muitas instituições e cientistas portugueses, em particular na área de investigação sobre as regiões polares, em que o nosso País tem desenvolvido uma produção de conhecim3285 01ento de alta qualidade, internacionalmente reconhecida. Além disso, o projecto muito contribuirá para o processo de monitorização dos oceanos e suscitará elementos interessantes de cooperação internacional. A expedição foi referida como uma iniciativa que projectará a investigação científica portuguesa a nível mundial, aumentará a capacidade europeia de desenvolvimento marítimo e proporcionará o envolvimento da sociedade civil, nomeadamente das instituições universitárias e das empresas. Foi igualmente referido que o navio, dada a sua versatilidade, poderá constituir exemplo para a criação e o desenvolvimento de uma rede europeia de navios desta dimensão. O projecto tem suscitado interesse internacional, sobretudo a partir de países com grande tradição marítima (China, Espanha, França, Irlanda, Noruega, Reino Unido) e poderá ser objecto, a partir das actividades levadas a efeito pelo navio, de apoio em termos de programas de investigação e ligação a certos sectores industriais.

As intervenções e o debate deixaram transparecer que se desenham perspectivas muito interessantes para o projecto, tendo em conta o interesse crescente que tem vindo a suscitar, a nível nacional e internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-color: #2562ba;background-size: initial;background-position: center center;background-attachment: initial;background-repeat: initial;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 200px;}