Presidente da Associação David Melgueiro
comandanteJosé Boavida de Carvalho Mesquita

Capitão da Marinha Mercante.

Especialista em MCS (Monitorização, controle e vigilância das pescas).
Funcionário da Comissão Europeia na Direção Geral das Pescas de 1988 a 2012, responsável pelo plano de controlo de pescas na zona da NAFO e NEAFC, do plano de recuperação do atum azul BFT no Mediterrâneo, do plano de controlo das pescarias do Báltico e do Mar do Norte e Assistente Técnico do Diretor Geral da DG FISH da Comissão Europeia.
Construiu um veleiro de aço com 36 pés em auto construção.
Foi Imediato e Comandante dos navios de Estudos “NORUEGA” e “Mestre Costeiro” de 1978 a 1980.
Participou em 4 campanhas da pesca do Bacalhau nas águas dos grandes bancos do Canadá e Gronelândia.

CURRICULUM VITAE

José Boavida de Carvalho Mesquita

Casado

FORMAÇÃO ACADEMICA

  • Curso Geral de Pilotagem da Escola Náutica Infante D.Henrique, 1972
  • Curso complementar de Pilotagem da Escola Náutica Infante D. Henrique, 1980 (Comandante da Marinha Mercante)
  • Carta de Patrão de Alto mar na marinha de recreio 1993
  • Certificação Internacional de competência como Capitão de navios cargueiros sem limite de tonelagem ( conforme convenção STCW) 2013

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Sector privado (1972-1988)

  • Foi de 1972 a 1977 – Piloto e Imediato de navios de pesca, cargueiros e Petroleiros. Salienta que neste período pescou em todas as regiões onde a frota portuguesa pescava da Gronelândia aos mares da África do Sul e fez 4 campanhas à pesca do bacalhau nos famosos navios da frota branca mas também em modernos arrastões
  • Foi de 1977 a 1983 – Capitão de navios de pesca de todos os tipos e operando na Mauritânia , Marrocos e golfo da Guiné –salientando-se o ter sido o primeiro comandante do único cercador oceânico Português com helicóptero “o TUNAMAR” e ter sido o primeiro Imediato e o segundo comandante do navio de investigação NORUEGA que foi recepcionar à Noruega
  • Foi ainda o primeiro delegado da nova lota de Peniche
  • Foi Director de frota e produção da maior Organização de Produtores da pesca da sardinha a Fenacopesca(13 traineiras 300 pescadores)
  • Foi o primeiro professor do FORPESCAS de Peniche dando cursos de navegação e tecnologia da pesca
  • Nas horas vagas e fins de semana construiu em auto construção de 1985 a 1993 um veleiro em aço de 11 metros que após inspeções obrigatórias foi classificado de oceânico e onde ainda hoje navega.

Sector publico (Comissão Europeia) (1988-2012)

  • Foi um dos dois primeiros Portugueses, Inspetores de pescas comunitário na Direção Geral das Pescas da Comissão Europeia (1988 a 1991) foi responsável pela Espanha e pela França tendo contudo trabalhado em todos os portos europeus do Atlantico, Báltico e Mar do Norte
  • Foi o responsável pelas negociações dos acordos de pesca com Angola, Guiné-Bissau, Cabo Verde, Mauritania e a CE
  • Entre 1994 e 2001 foi assistente técnico do Diretor geral da Pescas da Comissão Europeia e neste período foi o responsável pela organização e logística de todos os eventos da EXPO 98 que ligaram a Comissão à Expo (O Creola no Cais da Expo o Noruega e o Capricórnio, a vista da Comissária Bonino, a sessão do Parlamento Europeu Pescas etc. )
  • Entre 2001 e 2003 foi o gestor dos projetos de desenvolvimento das pescas no Magreb e no Iémen
  • Foi entre 2004 e 2008 responsável pela gestão das pescarias nos grandes bancos da Terra Nova e teve a responsabilidade de representar a Comissão em todas as negociações técnicas com os parceiros membros da NAFO(Canada, etc.)
  • Entre 2008 e 2010 foi o responsável pela elaboração do plano de controlo do Atum vermelho no Mediterrâneo e das negociações técnicas do ICCAT
  • Em 2011 e 2012 fez a gestão do plano de recuperação do bacalhau do Mar do norte e a gestão dos pequenos pelágicos do Báltico